skip to Main Content

Tabeliã Thaís Viegas, pioneira no uso do e-Notariado, palestrou sobre a plataforma em evento organizado pela Comissão da Advocacia Extrajudicial em Cartório da OABRJ

Certificado digital notarizado, Autorização Eletrônica de Viagem e de Doação de Órgãos, escrituras digitais e todos os atos realizados em cartórios na palma da mão. Foram muitos os assuntos abordados durante a participação da tabeliã Thaís Viegas no II Seminário de Advocacia Extrajudicial e Direito Notarial e Registral, realizado pela Comissão da Advocacia Extrajudicial em Cartório da OABRJ na sede da entidade, na última quarta-feira, 15/05. Representando o Colégio Notarial do Brasil – seção Rio de Janeiro (CNB/RJ), a notária apresentou o uso da plataforma em etapas, o que gerou grande interesse no público presente.

“Eu sou uma entusiasta do e-Notariado. Meu primeiro reconhecimento de firma pela plataforma foi atendendo uma cliente que estava em Paris. Fiquei até emocionada no dia, mas é isso, precisamos falar e reverberar os benefícios dos atos digitais para a sociedade, da segurança jurídica que eles proporcionam ainda que sejam feitos remotamente. Não é mais o futuro, é o presente do notariado brasileiro”, afirma a tabeliã.

Thaís abordou desde a emissão do certificado notarizado até a recém-lançada Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos, que oficializa de forma criteriosa, perante a família e o sistema de saúde, o desejo em ser doador de órgãos. A iniciativa do evento foi debater a migração de diversos temas para a advocacia extrajudicial e aprimorar a prática da advocacia nesta modalidade.

“Temos assistido a uma tendência legislativa forte da desjudicialização de vários temas relevantes para a classe. Muitas pautas estão migrando para os cartórios e para a advocacia extrajudicial, então, vemos que, cada vez mais, esta área vem ganhando espaço e notoriedade na nossa profissão. Este movimento (de desjudicialização) nos ajuda a trabalhar com mais efetividade e celeridade, por isso a realização deste seminário é tão relevante para os advogados e advogadas, para que estejamos prontos para as futuras mudanças”, afirmou a vice-presidente da OAB-RJ, Ana Tereza Basilio.

Além de Basilio, compuseram a mesa de abertura do encontro o presidente da comissão organizadora, Cláudio Bordallo; a presidente da Comissão Municipal de Direito Notarial e Registral da ABA/RJ, Juliana Carvalho; a diretora-adjunta municipal da ABA/RJ, Cíntia Possas, e a diretora estadual da ABA/RJ, Cristina Cruz.

Cláudio Bordallo complementou a fala da vice-presidente da OABRJ ressaltando a importância do nicho tanto para a advocacia quanto para a sociedade em geral.

“Hoje, a população tem optado por evitar a ida para o Judiciário, principalmente por conta da morosidade. Temos encontrado muita dificuldade de atuar. Muitas vezes, um processo leva anos e nós, advogados, também não queremos esperar todo esse tempo por causa dos honorários. Então, a advocacia extrajudicial também traz este benefício para a classe, fazendo com que possamos agir com mais rapidez e, consequentemente, termos remuneração imediata”.

O simpósio seguiu com diversos painéis temáticos com participação de especialistas no assunto. A transmissão foi realizada e está disponível no canal da OAB-RJ no YouTube.

Fonte: Assessoria de comunicação – CNB/RJ

Back To Top