skip to Main Content

O amor não causa dor, não causa medo, não deixa trauma ou dívidas. São mensagens assim que estão em campanha do governo federal, em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), lançada no último domingo (7/3) para promover o combate à violência contra a mulher em todo o país.

A ação publicitária traz peças e vídeo e foram encaminhadas para os órgãos do Judiciário. O objetivo é chamar a atenção para as diversas violências físicas, psicológicas e patrimoniais sofridas por mulheres.

A iniciativa é resultado de um acordo entre o Ministério das Mulheres, Família e Direitos Humanos (MMFDH) e o CNJ para divulgação do Disque 100 e do Ligue 180 no Poder Judiciário. Os serviços gratuitos, que funcionam 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados, recebem denúncias de violações de direitos humanos e de violência contra a mulher, respectivamente.

A conselheira do CNJ, Tânia Regina Silva Reckziegel, destaca a importância da união no enfrentamento à violência. “Precisamos nos unir para enfrentar todas as formas de discriminação e violência. Contem conosco para que juntos possamos contribuir para uma sociedade mais justa e sem violência.”

Segundo o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Rodrigo Capez, a campanha ficou muito impactante. “Ela vai ao ponto. Em uma das peças está inscrito: não podemos julgar a vítima, quem tem que ser julgado é o réu, o agressor. A vítima precisa de acolhimento e empatia.”

Fonte: Conselho Nacional de Justiça

pt_BRPortuguês do Brasil
Back To Top