skip to Main Content

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio, desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, foi homenageado na noite de segunda-feira (27/5) pela Associação dos Notários e Registradores (Anoreg/RJ) e pelo sindicato da categoria no estado (Sinoreg/RJ) com a entrega da 1ª edição da Medalha Pero da Costa –  primeiro tabelião oficialmente designado no Brasil, em 1565, na Cidade do Rio de Janeiro.
 
O evento, realizado na Casa Julieta de Serpa, na Praia do Flamengo, Zona Sul da cidade, marcou as boas-vindas aos novos delegatários aprovados no LIX Concurso Público de Provas e Títulos para Outorga das Delegações das Atividades Notariais e/ou Registrais do Estado do Rio de Janeiro. A desembargadora Denise Nicoll Simões, presidente da comissão organizadora do concurso, também foi uma das personalidades homenageadas da noite pelas entidades, recebendo uma placa como agradecimento.
 
Sem esconder a felicidade com o fim de um concurso, o presidente da Anoreg, Stênio Cavalcanti de Oliveira Filho, agradeceu ao presidente do TJRJ e à desembargadora Denise Nicoll pelo apoio na organização do concurso. E defendeu a união e a integração das instituições e suas lideranças.
 
“Aqui nós temos um presidente do Tribunal hoje, que foi nosso corregedor, e que abriu as portas da Corregedoria para o diálogo, para a compreensão e para chegarmos juntos a situações de interesse social”, afirmou.
 
A desembargadora Denise Nicoll Simões parabenizou os candidatos que se mantiveram firmes em seus estudos ao longo da realização do concurso.
 
“Hoje, quando abri a audiência de escolha, eu falei para todos os presentes aquilo que estava no meu coração sobre esse tempo todo que demorou o concurso.  Quero parabenizar a todos os candidatos que continuaram com seus estudos para chegar até aqui”, disse.
 
Já o presidente do TJRJ, desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, afirmou se sentir honrado em ser o primeiro a receber a Medalha Pero da Costa. Lembrou a ocasião em que recebeu, ainda como corregedor, o grupo de delegatários liderado pelo presidente da Anoreg e também da determinação para a criação da comissão de trabalho que elaborou a modernização do Código de Normas Extrajudiciais, cujo resultado ele tem muito orgulho.
 
Ao desejar felicidades aos novos delegatários, o presidente do Tribunal de Justiça os convidou a seguir um novo caminho.
 
“Os senhores têm uma responsabilidade muito grande, a medida que a Justiça se moderniza e vê outros meios de prestação jurisdicional, outros caminhos dentro desse cenário tão litigioso. Sei que vocês podem nos auxiliar muito na composição do litígio, na atividade conciliatória, na mediação e de outras que demandam alteração legislativa, mas nós temos que caminhar para isso, tal qual em alguns países da Europa e Estados Unidos. Espero que tenham muito sucesso e que a atividade dos senhores se caracterize pelo compromisso com a sociedade”, pontuou.

Fonte: TJRJ

Back To Top