skip to Main Content
Cartórios De Notas Do Rio Ganham O “Rio Notarial”, Projeto Que Reunirá Histórias E Curiosidades Da Classe

Mais que ofertas de serviços para a sociedade, iniciativa irá envolver o público com conteúdos leves e dinâmicos sobre os ofícios de Notas do estado

Atos de diferentes naturezas e serviços que garantem autonomia e segurança jurídica aos brasileiros já são comumente conhecidos como funções dos Cartórios de Notas. Porém, em meio a oferta de serviços essenciais, os Ofícios de Notas possuem muitas histórias, curiosidades, inovações e boas práticas que precisam ser compartilhadas. Para garantir esse espaço, o Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio de Janeiro (CNB/RJ) criou o projeto “Rio Notarial”, que vêm agregar aos cariocas e fluminenses.

A iniciativa visa a produção de reportagens mensais, sendo um cartório por mês, que serão publicadas no site (www.cnbrj.org.br) e nas redes sociais, Instagram, Facebook e LinkedIn. A ideia é que seja dado destaque para inovações, mudanças de instalações, datas comemorativas de fundação e ações especiais promovidas nas serventias do estado, tendo como base o depoimento de tabeliões e outros representantes integrantes da história.

“A atividade dos cartórios e dos notários é tida como uma das mais essenciais e de maior confiança da sociedade, e o ‘Rio Notarial’ poderá mostrar além dessas perspectivas já tão importantes, principalmente neste momento em que estamos vivendo. A iniciativa visa fortalecer a classe, compartilhar boas práticas e inovações que valorizam, ainda mais, os serviços prestados pelos notários do Rio de Janeiro”, afirma o presidente do CNB/RJ, José Renato Vilarnovo.

Como participar?

O projeto “Rio Notarial” tem o objetivo de contemplar todos os Tabelionatos de Notas do estado do Rio de Janeiro, e os interessados em compartilhar sua história, estratégias de atendimento aos clientes, inovações, estrutura, além de outras boas práticas, podem enviar as informações para o e-mail: colegionotarialrj@gmail.com. A Comunicação do CNB/RJ retornará o contato para produção da reportagem.

Notários na história

Como exemplo de importante impacto histórico da classe, sabe-se que o primeiro Ofício de Notas do Brasil foi fundado no Rio de Janeiro, em 1565, junto com a fundação da cidade, e teve Pero Costa como o primeiro tabelião da região. O Ofício, que atua até os dias de hoje e testemunhou fatos e momentos históricos, é considerado uma rica fonte de pesquisa histórica, que une passado, presente e futuro, impactando a cidade, o estado e o País.

Fonte: Assessoria de Comunicação – CNB/RJ

Back To Top